Pai e filho multiplicando sorrisos

DR. JOÃO PARISI NETO – DR. FELIPE PARISI NETO

DE PAI PARA FILHO. QUANDO A PROFISSÃO TAMBÉM ESTÁ NO DNA!

Dr. Felipe Parisi Neto divide consultório e admiração pelo pai que também é dentista

Quando são pequenos, os filhos têm nos pais o maior exemplo a seguir. Eles repetem gestos e palavras, sempre buscando serem iguais àqueles que os inspiram. O pai em geral se transforma no herói de suas vidas e exercem tamanha influência, que há filhos que ao crescerem acabam seguindo o mesmo caminho profissional. Tem pai que se assusta ao saber da notícia de que o filho seguirá seus passos e tem aqueles que incentivam desde o berço. Sendo este ou aquele, um sentimento é unânime, mas no fim das contas: o orgulho.

É o caso do Dr. Felipe Parisi, que além dos valores familiares, herdou a profissão do pai, João Parisi Neto, e juntos dividem aprendizados e experiências. Em outras palavras, eles dividem o consultório e multiplicam sorrisos.

FAMILIA, A BASE DE TUDO.

O que seu pai significa pra você?

“Meu pai é meu grande inspirador, sempre me emociono quando falo dele (pausa). A conduta dele, o trabalho e a forma que ele sempre teve de passar tranquilidade, de conduzir a família, de dar segurança e conforto para nós… Ele sempre foi um guerreiro, sempre colocou a família em primeiro lugar e só depois vinham as vontades dele. Meu pai é um exemplo que eu tento seguir a cada dia. Esse amor que ele tem à profissão eu herdei dele, esse trabalho incansável eu puxei pra ele (risos). Ele me traz segurança trabalhando comigo e é uma honra tê-lo ao meu lado todos os dias. Se ele se aposentar, vai perder a graça e todo o encanto de trabalharmos juntos”, comenta com os olhos marejados.

E continua “A família é a base de tudo, é ela que sustenta as relações humanas e dá sabor à vida. Já ser pai é uma dádiva, poder criar e educar um filho, saber que sua sua conduta espelha nas decisões dele é algo muito gratificante e prazeroso. Os filhos são a continuidade da vida”.

“Quero desejar um Feliz Dia dos Pais com um sorriso muito iluminado para todos os pais e todos os filhos. Que esse dia se perpetue por muito mais. Portanto, curta seu filho, valorize sua família, pois ela é a base de tudo nessa vida. E encerro dizendo que aqui na Parisi Odontologia não cuidamos de dente, cuidamos de gente. Cuidar está no nosso DNA”, conclui.

“Depois de 42 anos de profissão e apesar de ser apaixonado pela odontologia, eu sabia que o desgaste físico e a perda de energia seriam inevitáveis. Mas graças ao prazer de trabalhar com meus dois filhos nas clínicas de Ibitinga e Bauru, que são jovens e com ideias revolucionárias, tenho ânimo para me reciclar e continuar na ativa. Pois sem o entusiasmo de ambos, talvez eu não tivesse esse gás. Além do prazer de trabalhar com eles é uma alegria enorme participar das inovações da profissão, principalmente a implantação de novas tecnologias”

– Dr. João Parisi Neto

TAL PAI

João Parisi Neto, 69 anos, é formado pela Unesp de São José dos Campos desde 1977, numa época onde a odontologia não tinha tantos recursos como hoje. Ele é especializado em prótese e reabilitação. Assim que se formou veio para Ibitinga e montou seu consultório no Jardim Santa Tereza.

Casado com Nilsa Terezinha de Carvalho Parisi, há 39 anos, é pai do Dr. Felipe Parisi Neto, cirurgião dentista, e João Parisi Júnior, administrador dos negócios da família. Juntos eles atuam na Parisi Odontologia, em Ibitinga e na Sorridents Clínica Odontológica, em Bauru.

“Estamos aqui há 42 anos, com a diferença que só trocamos de calçada. Já são duas gerações e 42 anos de história dedicados à odontologia e aos pacientes de Ibitinga. Quase um septuagenário, já vi muita coisa acontecer na Odontologia, como a evolução e as mudanças de materiais, tecnologia, de marketing e implantes osseointegráveis não tinha, estava começando os implantes, mas eram de outra forma, era uma odontologia mais comum. Antigamente a crença que se tinha era mutiladora, o paciente tinha em mente que bastava arrancar todos dentes e pôr dentadura que resolveria o problema. Passei muito por isso”, confessa Dr. João.

“Não generalizando, mas o paciente não tinha essa cultura de tratar, preservar e manter os dentes na boca, a cultura e o conceito eram outros. Naquela época não tinha água fluoretada na cidade, não tinha programa de prevenção. Passei por toda essa evolução. Lembro também que as pessoas tinham medo de ir ao dentista”, comenta risonho.

Imparável, Dr. João não se cansa de trabalhar e ama o que faz, tanto é que é muito procurado pelos pacientes. Meu pai é muito trabalhador. Quando ele começou em 1977, minha mãe era auxiliar dele e só parou de ser auxiliar quando eu, Felipe, nasci. Meu pai começava a trabalhar às 8 horas e seguia até 23 horas. Ele jantava no consultório. É apaixonado pelo que faz e não se vê parando. Ele não chega atrasado e não desmarca paciente. Ele é imparável, nunca desliga e Atende em Ibitinga e Bauru. Uma das suas grandes paixões é ir ao sítio, lá ele mexe com gado e plantação de frutas, legumes e grãos. Ele ama tudo isso”, conta Felipe.

TAL FILHO

Felipe Parisi Neto, 38 anos, é cirurgião dentista, formado pela Fundação Educacional de Barretos desde 2003. É especialista em implantodontia e reabilitação bucal. Inquieto, ele coleciona cursos de pós-graduação no Brasil e também nos EUA. Sinônimo de alto astral, Felipe inovou os negócios da família ao unir tecnologia com atendimento humanizado.

Casado há 2 anos com Erica Tricai Parisi, ainda não tem filhos, mas pretende. “Sofri influência direta do meu pai. Sou muito inquieto e busco oferecer o melhor do que há no mercado para os meus pacientes. Sou fã de tecnologia e como trabalho com reabilitação, estética e lentes de contato dentais, o tratamento exige inovação”, afirma.

“Desde criança queria ser dentista, nunca imaginei ser outro profissional. Quando entrei na faculdade, já me apaixonei pela odontologia. Gosto muito do trabalho manual e não me vejo fora disso. Já são 16 anos de atuação no mercado. Lembro do meu primeiro contato com um paciente e foi sob o olhar atento do meu pai.

“Nas cirurgias, caso surgisse uma dúvida, eu o chamava, bastava sua presença que já me passava segurança. Até hoje os pacientes da clínica gostam de ver as duas gerações trabalhando juntas”, diz.

ATENDIMENTO HUMANIZADO

Junto a todo bom profissional, sempre existe uma equipe especializada de apoio. Tanto em Ibitinga como na Sorridents Clínica Odontológica, em Bauru, contamos com profissionais bem treinadas e capacitadas para nos auxiliar e cumprir a missão de oferecer aos pacientes um tratamento humanizado como diferencial. A equipe de Ibitinga é formada pela recepcionista Mariângela Roncada Povinelli Bibiano e pelas auxiliares Franci Ellen da Silva e Ewelyn Caroline Roses Silva.

A TECNOLOGIA DO CAD CAM

Seu novo dente perfeito em questão de minutos

“O sistema CAD/CAM substitui os moldes tradicionais, uma câmera realiza um escaneamento dos dentes e transfere toda a arcada do paciente para um ambiente virtual através de um programa especifico, este software monta o projeto dos novos dentes, sejam lentes de contato dentais, restaurações, próteses unitárias ou fixas. Depois dessa etapa, uma impressora 3D confecciona os dentes em minutos, podendo ser instalados na boca na mesma sessão. Essa tecnologia traz muitos benefícios aos tratamentos, pois as peças podem ser feitas com alto grau de precisão e de forma mais rápida. A Parisi Odontologia utiliza essa tecnologia, pois está sempre buscando inovações que possam trazer benefícios aos seus pacientes”, explica o Dr. Felipe.

“Antes todo o processo era feito de forma manual, um molde era feito direito em boca e o modelo enviado ao protético. As vezes a peça não se adaptava na boca com toda precisão que deveria ter, e necessitava ser enviado ao laboratório para novos ajustes, com isso o número de consultas aumentavam e a expectativa do paciente também.

Já o CAD/CAM veio para facilitar todo esse trabalho e aumentar a precisão de adaptação às peças como lentes de contato dentais, coroas ou qualquer peça protética que vai ser utilizada na boca. O resultado é muito melhor em termos de qualidade: são menos sessões ao dentista e a vantagem da rapidez na instalação da peça na boca. O CAD/CAM é como uma impressora 3d que transforma peças em modelos reais. É muito interessante, não só para o diagnóstico, mas também para tratamento”, esclarece. 

“Eu trouxe o CAD/CAM para Ibitinga por causa da precisão, qualidade, inovação e otimização do tempo. Essa tecnologia já é bastante procurada e o preço é acessível. Ele é indicado para restaurações, dente quebrado, enfim, para mudar o sorriso, pois ele faz absolutamente tudo”, finaliza Parisi.

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Passe o Mouse para Ganhar

Parabéns! Você ganhou até 25% de Desconto para Anunciar!

Clique no botão abaixo para que nossa equipe entre em contato com você.
Preencher formulário

Receba as matérias por email

Preencha corretamente os campos abaixo

Quem viu, também viu...

Educação
José Luiz Aranás

Um conto para consertos, com concertos

Conserto é restaurar ou recompor algo rasgado, partido, deteriorado. Concerto é combinação, acordo entre pessoas ou entidades em vista de um objetivo determinado; pacto. Também

Saúde mental desde a infância
Saúde
Dra. Fernanda Russi Ferreira

Saúde mental desde a infância

A saúde mental é resultante de inúmeros fatores que, interagindo entre si, promovem nossa condição psíquica. Um desenvolvimento infantil em meio a um ambiente saudável