fbpx

Dica de filme para o fim de semana: O Tigre Branco

Um filme deslumbrante e original. Nós acompanhamos um anti-herói, que por vezes é um herói. Sim, nada é definitivo por aqui… A nuance é algo que está sempre presente no filme. E a complexidade dos personagens é justamente o que faz com que seja um enredo próximo da vida real. Afinal, nem sempre somos mocinhos, né?

Percorremos um longo caminho acompanhando a trajetória do indiano Balram. Ele narra a sua história com detalhes sórdidos, se gabando de como tudo se desenrolou, alcançando uma posição bem sucedida e confortável na vida.

O filme é um tipo de drama com suspense, mas tem um humor sagaz e ácido, mais concentrado na primeira parte do filme.

A edição também é mais dinâmica e tendenciosa na primeira parte do longa. Depois ela se torna mais lenta e contemplativa, mas faz sentido diante do enredo do filme e do desenrolar das cenas.

Dica de filme para o fim de semana: Tigre Branco

Personagens ambíguos, fotografia digna de Oscar e um roteiro que te provoca mil e uma reflexões, este filme faz qualquer um furar sua bolha e sair da “caixinha”. Por mais que não concordemos 100 por cento com nosso protagonista anti-herói, não dá para negar alguns argumentos que ele coloca ao observar a sociedade, mais precisamente a Índia. E fica claro que ele pretendia, de fato, “explicar” como funciona as regras, tradições e cultura de seu país, a partir de sua interpretação. Ele tece quase que uma tese sobre tudo, como se pretendesse nos dar um “diagnóstico” sobre sua nação que, na verdade, serve muito para a nossa, muitas vezes. E ele nos provoca a refletir sobre isso. Um filme corajoso, ousado, sagaz, original e autoral. E tem sido esta uma tendência do Oscar, não é? Cada vez filmes mais diferentes, autorais, e de outros países.

É interessante que o filme foi inspirado num livro de um escritor indiano, que também fez a adaptação para o cinema, e quem o dirigiu também foi um indiano. Então é bacana pensar que são pessoas indianas cujo ponto de vista narrativo lhes é comum em algum momento, ou causou certa identificação de alguma forma. Dá para sentir que é uma história de cunho muito autoral. Se o filme é, o livro também deve ser. Além disso, é uma interpretação muito pessoal da cultura e dos problemas sociais da Índia, mas que parece ter feito sentido tanto para escritor quanto para cineasta. Independente de nós, telespectadores, concordarmos ou não com tal visão, vale a pena assistir. Se não servir para a Índia, quem sabe não serve para o nosso país?

Dica de filme para o fim de semana: Tigre Branco

O protagonista fala que na Índia há poucas maneiras de se ascender socialmente. E são sempre maneiras não lícitas, desonestas. Para a minha surpresa, o nosso protagonista é também muito descrente das tradições de seu país. Demonstrando até certo desprezo por elas e muitas vezes até por sua família.

Dica de filme para o fim de semana: Tigre Branco

Na infância o protagonista é comparado a um tigre branco, uma vez que é um animal raro e diferenciado, que supostamente só nasce uma vez a cada geração. E Balram, quando criança, exibia maior conhecimento e habilidade do que os demais de sua idade. Mais que isso: o filme dá a entender que ele era meio autodidata. E além de tudo tinha uma ambição borbulhante dentro de si.

O filme claramente bebe da fonte de Maquiavel, e também do vencedor de Melhor Filme do Oscar do ano passado: “Parasita”. Mistura interessante e que vale a pena assistir!

Dica de filme para o fim de semana: Tigre Branco

E para uma quarentena divertida, confira outras de nossas dicas!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Comente com seu Facebook

Clique aqui e garanta seu desconto para anunciar

Você pode ganhar até 25% de Desconto para Anunciar!

Durante o estado de calamidade estamos oferecendo desconto especial para anunciantes que fizerem seus contratos de forma digital. Clique no botão abaixo para que nossa equipe entre em contato com você.
Preencher formulário

Receba as matérias por email

Preencha corretamente os campos abaixo

Quem viu, também viu...

Cinema
Amanda Mergulhão Ferrari

Dica de filme para o fim de semana: Eu Me Importo

O filme narra a história de Marla, que trabalha como “curadora” de idosos que aparentemente não têm mais condições de viverem sozinhos e administrarem seus