fbpx

A importância do check-up cardiológico: saiba como seu coração está.

Quando o assunto é prevenir doenças do coração nossa atenção se volta apenas aos fatores de risco.

No entanto, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 80% das causas de doenças que afetam o coração podem ser prevenidos com uma simples mudança nos hábitos de vida. O check-up cardiológico auxilia no controle desses fatores e vai além. Identifica precocemente possíveis alterações que podem comprometer o coração, mesmo antes dos sintomas.

O check-up cardiológico é conduzido pelo Cardiologista que irá investigar sobre a saúde, hábitos de vida, fatores de risco, doenças prévias e hereditárias do paciente, e também presença de sinais físicos, que sugiram alterações cardiovasculares, tudo com o objetivo de prevenir doenças cardíacas e/ou de acompanhar a sua evolução. Com isso, o médico pode orientar a prevenção e a indicação da melhor conduta para cada paciente.

Normalmente, a avaliação é recomendada para os homens a partir dos 45 anos e em mulheres na fase após a menopausa, pois são os períodos em que o risco de problemas cardiovasculares é maior. Além disso, caso se tenha detectado algum problema do coração é necessário ir ao cardiologista pelo menos uma vez no ano e sempre que este indicar, para ajustar o tratamento. 

Vale ressaltar que a avaliação deverá ser antecipada quando possuem histórico familiar de infarto ou morte súbita (principalmente em parentes de primeiro grau); pais ou irmãos com aumento do colesterol; sintomas como falta de ar, palpitações e dores no peito; medidas de pressão frequentemente acima de 135×90 mmHg; tabagistas; diabéticos; doença cardíaca na infância ou sopro cardíaco; planejam realizar a prática esportiva; apresentam sobrepeso ou obesidade.

Assim, costumam fazer parte do check-up cardiológico os seguintes exames:

  • Exames laboratoriais: dosagem de níveis de colesterol, triglicérides e glicemia são os mais relacionados, mas outros também podem ser solicitados de acordo com os dados clínicos verificados. 
  • Eletrocardiograma: avalia o ritmo do coração, distúrbios na condução elétrica, sobrecargas das câmaras do coração e alterações da repolarização, como a isquemia miocárdica, etc. 
  • Ecocardiograma: é uma espécie de “Ultrassom do coração”. Este exame é importante para avaliar o tamanho do coração, se há defeitos genéticos, doenças valvares e estimar o seu grau de comprometimento. Serve também para acompanhar a recuperação do coração após um infarto e cirurgias cardíacas. 
  • Teste Ergométrico (teste de esforço): é o famoso teste da esteira que avalia o comportamento da pressão arterial durante exercício e presença de arritmias complexas, além de mostrar indícios de obstrução em coronárias através da alteração do traçado eletrocardiográfico.
  • Cintilografia do miocárdio: trata-se de um exame mais avançado quando comparado ao teste ergométrico. Possui uma capacidade maior de avaliar se há deficiência de irrigação sanguínea nas paredes do coração. Há indicações específicas para esse exame. 

Outros exames complementares também podem ser solicitados. Isso varia de acordo com cada paciente e com a investigação conduzida pelo Cardiologista. 

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Comente com seu Facebook

Clique aqui e garanta seu desconto para anunciar

Você pode ganhar até 25% de Desconto para Anunciar!

Durante o estado de calamidade estamos oferecendo desconto especial para anunciantes que fizerem seus contratos de forma digital. Clique no botão abaixo para que nossa equipe entre em contato com você.
Preencher formulário

Receba as matérias por email

Preencha corretamente os campos abaixo

Quem viu, também viu...

Ações Sociais
Revista FOCO

CAMPANHA SANGUE BOM

Se tem uma palavra que pode descrever a equipe do Rotary Estância das Águas durante essa quarentena, ela é SOLIDARIEDADE! Você, leitor, já conferiu por