fbpx

Dica de série para o fim de semana: A Maldição da Mansão Bly

Bebe da mesma fonte da série “A Mansão da Casa Hill”, pois contém os mesmos criadores e inclusive boa parte do elenco. É inspirada no clássico literário “A Volta do Parafuso”, porém, assume o terror que o livro só insinua, ou seja, é muito mais explícito. Ainda assim, para aqueles que não são fãs do terror, como eu, pode ser uma boa maneira de “começar” no gênero, já que na verdade é até mais leve do que a sua série precursora:  “A Maldição da Casa Hill”. Mas não entendam mal, uma série não tem ligação com outra em termos narrativos. Só trata-se de uma dica porque, acredito, esta seja uma série mais leve do que “A Maldição da Casa Hill”, que também é da Netflix, e dos mesmos criadores.

Dica de série para o fim de semana: A maldição da mansão Bly

A jovem estadunidense Danielle consegue o emprego de cuidadora no interior da Inglaterra. Ela terá que aprender a lidar com as crianças Miles e Flora. Mas com o passar do tempo, começa a testemunhar aparições fantasmagóricas e a descobrir os segredos daquela casa. Danielle tem a chance de conhecer cada vez mais o passado e os traumas de cada um dos que habitam a mansão, mas a parte mais difícil, com certeza, será a de trazer a tona os seus próprios traumas e lidar com isso. Pois fugindo dos Estados Unidos para morar na Inglaterra, ela acreditava que estaria longe de seus fantasmas, mas a verdade é que, se temos um problema mal resolvido, não importa aonde formos, eles nos acompanharão.

Dica de série para o fim de semana: A maldição da mansão Bly

A atuação está impecável, bem como a direção de fotografia que faz com que a ambientação da casa nos causa calafrios. E, portanto, não teria como esse mérito não ser, também, da direção de arte, bem como da maquiagem. Principalmente em relação aos fantasmas. Escolheram uma estética muito “clean” para os fantasmas, mas essa é a prova de que menos é mais. O roteiro, contudo, se perde ao tentar criar episódios que voltam no tempo e depois voltam para o momento atual. Geralmente isso funciona, mas neste caso se tornou, por várias vezes, confuso e inclusive cansativo. Enquanto na “A Maldição da Casa Hill” funcionou de forma impecável. Acredito, também, que se torna confuso boa parte do elenco ser a mesma que atuou em “A Maldição da Casa Hill”, além de ser desnecessário. Acho que talentos não estão faltando… Mas sabe como é, há certo favoritismos sempre. Geralmente por causa do diretor.

Dica de série para o fim de semana: A maldição da mansão Bly

Veja mais sobre cinema clicando aqui e esteja atualizado sobre as programações mais assistidas na Netflix através da nossa Página e Instagram, para não se perder na escolha da melhor série aos finais de semana!

Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Comente com seu Facebook

Clique aqui e garanta seu desconto para anunciar

Você pode ganhar até 25% de Desconto para Anunciar!

Durante o estado de calamidade estamos oferecendo desconto especial para anunciantes que fizerem seus contratos de forma digital. Clique no botão abaixo para que nossa equipe entre em contato com você.
Preencher formulário

Receba as matérias por email

Preencha corretamente os campos abaixo

Quem viu, também viu...

Cinema
Amanda Mergulhão Ferrari

Dica de filme para o fim de semana: Eu Me Importo

O filme narra a história de Marla, que trabalha como “curadora” de idosos que aparentemente não têm mais condições de viverem sozinhos e administrarem seus